Instagram Feed

    LbD 013: Ser Feliz Dá Trabalho

    ser feliz

     

     

    É normal ter pensamentos positivos e negativos, emoções positivas e negativas. Não podemos pensar que apenas seremos felizes quando conseguirmos ter apenas emoções positivas, aliás, isso não seria bom: as emoções e os pensamentos negativos dão-nos informações valiosas sobre as nossas vidas, a nossa situação, as nossas condições e sobre nós próprios. Logo, temos de saber viver com as emoções negativas, elas fazem parte e dão significado, dão até mais cor, às emoções positivas.

     

    Mas nós evoluímos para sobreviver, e não para sermos felizes. Por isso, ser feliz dá trabalho, exige esforço.

     

    Por exemplo, o viés negativo (um tipo de viés cognitivo que distorce a nossa forma de pensar) faz-nos dar muito mais atenção às emoções, aos pensamentos e às situações negativas do que aos positivos. Segundo diferentes fontes, os pensamentos e as emoções negativas acabam por ter 3 a 5 vezes mais impacto em nós do que as positivas. Este viés negativo ajudou-nos a sobreviver a condições adversas e por isso é vantajoso e é bom que esteja presente. Mas se não o conseguirmos controlar, corremos o risco de estar sempre a exacerbar os negativos. Por isso, para encontrarmos um equilíbrio entre o positivo e o negativo na nossa vida, precisamos de fazer um esforço para fomentarmos mais emoções positivas na nossa vida.

     

    Conclusão: o objetivo não é eliminar os pensamentos negativos nem as emoções negativas. É, sim, aprender a aceitá-los e compreender os seus benefícios e encontrar estratégias para potenciar mais emoções positivas nas nossas vidas.

     

    Sugestões dadas no podcast:

     

    Ser feliz dá trabalho porque não nos é natural. Evoluímos para sobreviver, não para sermos felizes. Não é um trabalho mau nem implica sacrifício, são apenas algumas coisas que devemos ter em atenção.

    Post A Comment